8 de Julho de 2013 / às 18:56 / 4 anos atrás

Disputa entre CSN e Ferrous pode afetar conversa da Glencore com MMX-fonte

Por Sabrina Lorenzi

RIO DE JANEIRO, 8 Jul (Reuters) - A CSN e a Ferrous Resources travam uma disputa na Justiça por áreas em Minas Gerais que pode atrapalhar a expansão de uma importante mina da Ferrous e outros negócios na região, incluindo um envolvendo a mineradora MMX, segundo uma fonte com conhecimento do assunto.

A disputa é um dos problemas que a suíça Glencore Xstrata deverá avaliar antes de decidir se aumentará participação na Ferrous, em negócio que faz parte de um plano de crescimento no Brasil juntamente com eventual compra de ativos da MMX, afirmou à Reuters uma fonte a par do tema, na condição de anonimato.

A aquisição de ativos à venda da MMX, de Eike Batista, pela Glencore, faria mais sentido, segundo a fonte, se a empresa suíça adquirisse outros ativos para promover uma consolidação de reservas no Quadrilátero Ferrífero, começando pelo seu crescimento na Ferrous, na qual já possui cerca de 5 participação.

Vários processos recentes tramitam na Justiça de Minas Gerais entre a Ferrous e a CSN.

A Ferrous exige reintegração e manutenção de posse que envolvem terras e direitos minerários no município de Congonhas (MG) contra a siderúrgica de Benjamin Steinbruch em diversas ações judiciais, informou o Tribunal de Justiça de Minas Gerais por meio de sua assessoria de imprensa.

A Ferrous confirmou as ações entre a empresa e a CSN, relativas a questões fundiárias no entorno da mina Viga, adquirida pela Ferrous em 2007.

O plano da Ferrous é quintuplicar a produção da mina nos próximos anos, para 15 milhões de toneladas anuais. Mas, segundo a fonte, a expansão pode ser afetada se a mineradora não conseguir na Justiça os direitos que reivindica.

“A Ferrous defende que tais áreas são de sua propriedade, e, inclusive, parte dos títulos apresentados pela CSN já tiveram a sua nulidade reconhecida em última instância pelo órgão administrativo competente”, afirmou a assessoria da companhia, por e-mail.

A CSN, que também possui alguns processos judiciais contra a Ferrous na mesma região, chegou a entrar com representação no Ministério Público, acusando a rival de estar causando danos ambientais em áreas que lhe pertencem, confirmou o MP. A CSN reclama ainda que a Ferrous teria colocado um equipamento para captar água em dos seus lotes sem autorização.

Procurada, a CSN não retornou ao pedido de entrevista. A siderúrgica produz minério de ferro na região a partir de sua importante mina Casa de Pedra.

A Glencore, que não tem assessoria de imprensa no Brasil, não retornou imediatamente contato feito pela Reuters na Suíça.

LOGÍSTICA DA MMX

Segundo o presidente do Sindicato Metabase de Congonhas, Sidney José Roque, a disputa entre as empresas já é conhecida na região, e o impasse envolvendo as terras dificulta o escoamento da produção da Ferrous, pois fecha um caminho por onde o minério deve passar.

Procurado, o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), órgão regulador setor, informou que não comentaria o assunto.

O imbróglio que afeta a Ferrous não é motivo para inviabilizar eventual negócio da Glencore com a MMX, e sim mais um problema, segundo a fonte.

Outro problema do projeto da Ferrous, segundo a fonte, é a falta de logística suficiente para escoar o minério. Atualmente, a companhia depende de terceiros para conseguir exportar o produto.

A falta de infraestrutura para exportação, aliás, é entrave também de várias outras mineradoras da região do Quadrilátero Ferrífero.

Neste sentido, o Porto do Sudeste, da MMX, é um valioso ativo para viabilizar a exportação de minério de ferro. Entretanto, segundo disse anteriormente uma fonte à Reuters, a mineradora de Eike Batista não estaria interessada em vender o porto separadamente.

Ao final do mês passado, a MMX informou que mantinha negociações para venda de ativos com a Glencore e outros investidores.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below