ATUALIZA 2-Aneel aprova diferimento de parte do reajuste da Copel

terça-feira, 9 de julho de 2013 11:34 BRT
 

BRASÍLIA, 9 Jul (Reuters) - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira o diferimento de parte do reajuste médio de 14,61 por cento que havia sido aprovado para a paranaense Copel, aplicando, a pedido da empresa, um aumento médio de 9,55 por cento neste ano e deixando o restante para entrar no cálculo da tarifa de 2014.

A Aneel havia aprovado o reajuste médio de 14,61 por cento no dia 20 do mês passado, mas a aplicação do aumento foi suspensa a pedido da própria empresa controlada pelo governo do Paraná.

Com o reajuste suspenso, cabia à Copel apresentar à Aneel uma proposta alternativa para "parcelar" a cobrança.

A proposta da empresa, aprovada nesta terça, foi então a de aplicar um porcentual menor em 2013, de 9,55 por cento, deixando o restante - que equivale a 255,860 milhões de reais - para o reajuste de 2014.

Para os clientes de baixa tensão da Copel, como as residências, o aumento médio ficou em 9,72 por cento. Já os de alta tensão, como as indústrias, pagarão em média 9,32 por cento a mais.

A Copel informou, por meio de comunicado, que o reajuste de 9,55 por cento é retroativo a 24 de junho deste ano e que a decisão da Aneel atende o pedido do governo do Paraná e "evita que a Copel Distribuição seja afetada em seu equilíbrio econômico-financeiro".

(Por Leonardo Goy)