FMI diz que Brasil deve cuidar da inflação, não afrouxar política monetária

terça-feira, 9 de julho de 2013 11:29 BRT
 

WASHINGTON, 9 Jul (Reuters) - O Banco Central brasileiro não deve afrouxar ainda mais a sua política monetária neste momento já que a inflação está muito elevada, disse o Fundo Monetário Internacional nesta terça-feira.

"Inflação (no Brasil) está acima da curva. Neste momento, usar estímulo monetário adicional seria, na nossa opinião, errado", disse o chefe do FMI para a divisão de Estudos Econômicos Mundiais, Thomas Helbling, em entrevista coletiva.

(Por Anna Yukhananov)