Ações nos EUA sobem pela 4a sessão; FedEx dispara

terça-feira, 9 de julho de 2013 18:55 BRT
 

Por Leah Schnurr

NOVA YORK, 9 Jul (Reuters) - Os principais índices das bolsas de valores norte-americanas fecharam em alta pela quarta sessão seguida nesta terça-feira, com investidores apostando que as empresas vão superar projeções de fraco desempenho para a temporada de balanços, o que pode dar um gás adicional para o atual rali do mercado.

O movimento deixou o S&P 500 apenas 1 por cento abaixo da sua máxima histórica de 1.669 pontos atingida em 21 de maio.

O Dow Jones subiu 0,50 por cento, a 15.300 pontos. O Standard & Poor's 500 avançou 0,72 por cento, a 1.652 pontos, maior fechamento desde o fim de maio. O Nasdaq ganhou 0,56 por cento, para 3.504 Pontos.

O movimento sugere que os investidores estão ficando mais confortáveis em relação ao plano do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, de reduzir seus estímulos econômicos, ofensiva que tem sido o maior combustível para o rali das bolsas neste ano.

A ação da empresa de entregas expressas FedEx disparou 4,4 por cento em meio a especulações de que o bilionário William Ackman faria um grande investimento na companhia.

Nove dos 10 setores que compõem o índice S&P 500 subiram. Empresas de matérias-primas e industriais tiveram os maiores ganhos após a produtora de alumínio Alcoa abrir na véspera a temporada de resultados do segundo trimestre com números melhores do que as expectativas e projeções animadoras.

No geral, analistas esperam resultados fracos para o período, com menores vendas, com expectativas de melhora na segunda metade do ano. De todo modo, os investidores começam a achar que as expectativas para o segundo trimestre podem ter sido demasiadamente pessimistas.