Ações europeias têm leve alta impulsionadas por Burberry

quarta-feira, 10 de julho de 2013 14:15 BRT
 

SÃO PAULO, 10 Jul (Reuters) - As ações europeias fecharam em leve alta em um pregão com poucas negociações nesta quarta-feira, lideradas pela marca de luxo Burberry, embora dados comerciais fracos da China tenham pesado sobre mineradoras.

O índice FTSEurofirst 300 avançou 0,1 por cento, a 1.190 pontos, liderado pela alta de 4,8 por cento da Burberry, que manteve suas previsões de desempenho para o ano e anunciou uma alta de 18 por cento na receita das vendas no varejo no primeiro trimestre.

Entretanto, a queda de 0,9 por cento no setor de recursos básicos limitou os ganhos, depois de a China dizer que as exportações caíram inesperadamente em junho e a perspectiva para o comércio estava "ruim".

O pequeno volume, de apenas 74 por cento da média diária de 90 dias, reflete a relutância de investidores em se envolver demais nos mercados conforme aguardam por uma nova indicação sobre os planos de política monetária do Federal Reserve, banco central norte-americano.

O chairman do Fed, Ben Bernanke, também vai falar nesta quarta-feira após a divulgação da ata do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc).

Analistas disseram que a recente recuperação nas ações europeias mostra que o mercado começa a aceitar cada vez mais a expectativa da redução dos estímulos dos Estados Unidos.

"Os mercados estão atentos aos sinais sobre o momento (da redução), mas não acho que eles vão encontrá-los", disse o analista da CMC Markets Michael Hewson.

"Eu só acho que eles têm de se acostumar que a redução vai acontecer em determinado momento, talvez já em setembro ou talvez em dezembro."

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 0,12 por cento, a 6.504 pontos.   Continuação...