Leilão de transmissão tem Eletrobras, Copel e espanholas entre habilitadas

quinta-feira, 11 de julho de 2013 14:16 BRT
 

SÃO PAULO, 11 Jul (Reuters) - O leilão de transmissão de energia elétrica que será realizado na sexta-feira tem 19 proponentes habilitadas à participação, --10 empresas que se habilitaram individualmente e nove consórcios--, entre as quais companhias do grupo Eletrobras, Copel, CPFL e Taesa, segundo informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Entre empresas que se habilitaram para disputar lotes do leilão individualmente estão a paranaense Copel, a CPFL, Eletronorte do grupo Eletrobras e Taesa, do grupo Cemig. Além disso, Alupar, Neoenergia e as espanholas Abengoa, Cobra, Cymi e Elecnor se habilitaram à participação individual.

Copel ainda irá ao leilão em dois consórcios com a Elecnor, e a Eletronorte também se habilitou em outros dois consórcios com a Alupar.

Eletrosul e CEEE-GT formam outro consórcio na disputa.

Furnas, empresa do grupo Eletrobras que está restrita à participação no leilão de forma minoritária em consórcios, disputa o certame em conjunto com o Fundo de Investimento em Participações Caixa Milão e com a goiana Celg.

O FIP Caixa Milão, do grupo J&F, também forma consórcio com as empresas Bimetal e Geoenergia Soluções.

Os outros dois consórcios na disputa são um grupo formado por MFG Engenharia e Incorporações e Geoenergy Energia e Serviços, e o consórcio formado por CEL Engenharia e pela concessionária de geração Celg.

A habilitação para o leilão não significa em efetiva participação pelas empresas, que podem escolher não apresentar lances na disputa.

O leilão, que acontece na BM&FBovespa, à partir das 10 horas da sexta-feira, licitará linhas de transmissão e subestações de energia em oito estados e no Distrito Federal, que demandarão investimentos de 1,2 bilhão de reais. A receita anual máxima permitida (RAP) para operar os empreendimentos é de 133 milhões de reais.   Continuação...