Minério de ferro tem máxima de 2 meses por aperto no mercado

sexta-feira, 12 de julho de 2013 09:49 BRT
 

CINGAPURA, 12 Jul (Reuters) - Os preços do minério de ferro subiram pela segunda semana consecutiva no mercado asiático, para seu maior nível em dois meses, apoiados por um reabastecimento das siderúrgicas chinesas e por um aperto no mercado spot.

Os ganhos nos preços do aço ajudaram a impulsionar o minério de ferro durante as últimas duas semanas. As altas nos preços da matéria-prima, no entanto, já excedem em muito as do aço, gerando uma certa cautela entre os compradores.

O minério com 62 por cento de teor de ferro, referência no mercado, subiu 1,28 por cento para 126,80 dólares por tonelada nesta sexta-feira, máxima desde 14 de maio, quando atingiu 128,10 dólares, segundo dados do Steel Index.

A matéria-prima fechou a semana com um aumento de 3,43 por cento, acumulando alta de 8,84 por cento desde a semana passada.

O contrato mais negociado do vergalhão na bolsa de Xangai, o janeiro, fechou praticamente estável, a 3.656 iuanes (600 dólares) por tonelada e subiu menos de 1 por cento na semana. Na semana passada, o contrato subiu quase 3 por cento.

"Ainda há interesse de compra para cargas convencionais da Austrália e do Brasil, e não há muita oferta disponível", disse um operador de minério de ferro em Xangai.

"Mas a alta nos preços do minério de ferro foram muito mais rápidas do que o aumento nos produtos do aço, e isso só vai pressionar as margens das siderúrgicas, que estão bastante pequenas no momento."

Chuvas na Austrália afetaram a produção das mineradoras no principal produtor mundial de minério de ferro. Na próxima semana, tanto Rio Tinto quanto BHP Billiton devem divulgar dados trimestrais de produção de minério menores que o esperado, segundo analistas.

(Reportagem de Manolo Serapio Jr)