Tribunal italiano condena presidente do conselho da Pirelli por espionagem

quarta-feira, 17 de julho de 2013 09:33 BRT
 

MILÃO, 17 Jul (Reuters) - Um tribunal de Milão condenou o presidente do conselho da fabricante italiana de pneus Pirelli, Marco Tronchetti Provera, a uma pena, suspensa, de 20 meses de prisão nesta quarta-feira, em caso envolvendo o uso de dados da Telecom Italia para espionar a elite da Itália.

Um dos empresários mais importantes do país, Tronchetti Provera comandou a Telecom Italia entre 2001 e 2006. Ele também foi condenado a pagar 900.000 euros (1,18 milhão de dólares) à empresa de telecomunicações.

Um advogado de Tronchetti Provera, que nega qualquer irregularidade, disse que vai recorrer da sentença. A decisão não terá efeito até que o processo de apelação seja esgotado.

(Por Ilaria Polleschi)