Início de construção de moradias nos EUA tem mínima de 10 meses em junho

quarta-feira, 17 de julho de 2013 09:48 BRT
 

WASHINGTON, 17 Jul (Reuters) - O início de construção e permissão de futuras novas moradias nos Estados Unidos caiu inesperadamente em junho, mais uma evidência de forte desaceleração na atividade econômica no segundo trimestre.

O Departamento do Comércio informou nesta quarta-feira que o início das construções caiu 9,9 por cento, para um ritmo de 836 mil unidades segundo dados ajustados sazonalmente.

O resultado foi o menor nível desde agosto do ano passado. O dado de maio foi revisado para cima para mostrar um ritmo de 928 mil unidades, ao invés dos 914 mil relatados anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters esperavam um aumento para 959 mil unidades no mês passado.

As autorizações para construir imóveis caiu 7,5 por cento no mês passado, para 911 mil unidades. Economistas esperavam alta para um ritmo de 1 milhão de unidades.

O relatório foi o mais novo indicativo de que o crescimento econômico provavelmente teve forte desaceleração em relação ao 1,8 por cento registrado no primeiro trimestre. A economia tem sido abalada por política fiscal mais rígida e redução da demanda global.

(Reportagem de Lucian Mutikani)