Bernanke diz ao Congresso que o Fed é flexível sobre compras de títulos

quarta-feira, 17 de julho de 2013 15:01 BRT
 

Por Alister Bull e Pedro da Costa

WASHINGTON, 17 Jul (Reuters) - O chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, afirmou nesta quarta-feira que o banco central dos Estados Unidos ainda espera começar a reduzir seu forte programa de compras de títulos mais à frente neste ano, mas deixou em aberto a opção de mudar esse plano se o cenário econômico mudar.

Embora se atenha ao cronograma para reduzir as compras de títulos que ele detalhou primeiramente no mês passado, Bernanke destacou que nada é predeterminado.

"Nossas compras de títulos dependem dos desenvolvimentos econômico e financeiro, mas eles não estão de jeito nenhum em um curso predeterminado", disse Bernanke ao Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Deputados.

Segundo o cronograma que Bernanke apresentou em 19 de junho, as autoridades do Fed devem reduzir suas compras mensais de títulos ainda neste ano e suspendê-las até meados de 2014, desde que a recuperação econômica aconteça como esperado.

Embora não tenha se afastado dessa orientação nesta quarta-feira, ele afirmou que o atual ritmo mensal de 85 bilhões de dólares de compras pode ser reduzido "um pouco mais rapidamente" se as condições econômicas melhorarem mais rápido que o esperado.

Por outro lado, "pode ser mantido por mais tempo" se a perspectiva do mercado de trabalho piorar, ou caso pareça que a inflação não está subindo de volta ao objetivo de 2 por cento do Fed.

"De fato, se necessário, o Comitê (de política do Fed) estará preparado para empregar todas as suas ferramentas, incluindo um aumento no ritmo de compras por um tempo, para promover o retorno ao emprego máximo em um contexto de estabilidade de preços", disse Bernanke.

As declarações elevaram os preços das ações norte-americanas de forma modesta e os preços dos títulos do governo também subiram. O dólar se firmou contra o euro e o iene.   Continuação...

 
Chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, participa da reunião de um grupo de pesquisa econômica, em Cambridge. O chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, afirmou nesta quarta-feira que o banco central dos Estados Unidos ainda espera iniciar a redução de seu programa de compra de ativos mais à frente neste ano, mas deixou em aberto a opção de mudar esse plano para qualquer direção se o cenário econômico mudar. 10/07/2013. REUTERS/Dominick Reuter