Gol vê combustível voltando a subir a R$2,40 por litro

quarta-feira, 17 de julho de 2013 12:22 BRT
 

SÃO PAULO, 17 Jul (Reuters) - A Gol Linhas Aéreas acredita que o preço do combustível poderá retornar ao patamar de 2,40 reais por litro no segundo semestre, impactado pelo avanço do dólar e em meio à perspectiva de reajuste pela Petrobras.

No segundo trimestre, o preço do combustível de aviação teve queda de 4 por cento ante os três primeiros meses do ano, para uma faixa entre 2,15 a 2,25 reais, com recuo de 8 por cento sobre junho de 2012.

"É provável que o combustível volta para o patamar de 2,40", disse o diretor financeiro e de relações com investidores da empresa, Edmar Lopes, em teleconferência sobre dados de tráfego de junho.

Essa perspectiva de aumento nos preços também está ligada à previsão de que a Petrobras deve repassar o aumento dos preços internacionais do petróleo para os combustíveis do setor.

Lopes afirmou que ainda é cedo para ter conclusões o impacto do câmbio na demanda por voos internacionais da empresa, cuja oferta tem crescido em meio à adoção de novos voos.

Na véspera, a Gol anunciou uma redução de 11 por cento na oferta de voos domésticos no primeiro semestre, acima da estimativa inicial de redução de 10 por cento para o período, ante igual período de 2012. Mas a meta de cortar em 9 por cento a capacidade doméstica no acumulado de 2013 foi mantida.

Nos voos internacionais, a oferta avançou 34 por cento no primeiro semestre, em meio a novas operações diárias para Santo Domingo, Miami e Orlando, iniciadas no final de 2013.

"(Com o resultado do semestre) a gente reforça nossa estratégia, de focar na melhora da receita por assento. E a gente tem conseguido entregar isso", disse o executivo.

Para a receita por assento ofertado (Prask), a Gol espera continuar tendo crescimento de dois dígitos. Em junho, a expansão nessa receita foi de 11 por cento sobre um ano antes.   Continuação...