July 17, 2013 / 5:40 PM / 4 years ago

Danos à safra de trigo chinesa podem ser piores que o estimado

4 Min, DE LEITURA

Por Niu Shuping e Naveen Thukral

WU LU, China/CINGAPURA, 17 Jul (Reuters) - A safra de trigo da China tem sofrido danos mais severos do que se pensava com geadas no período de desenvolvimento das plantas e chuvas durante a colheita, e a demanda para compensar estas perdas poderá levar o país a superar o Egito como maior importador global.

Conversas com agricultores e novas estimativas de analistas revelaram que os danos provocados pelo clima no cinturão de grãos do norte da China poderá fazer com que 20 milhões de toneladas de trigo, ou 16 por cento da safra, se tornem impróprios para consumo humano. Isso seria o dobro do volume anteriormente relatado como danificado.

Maiores importações, que já foram revisadas para cima após relatos iniciais sobre os danos, vão diminuir ainda mais os estoques globais e dar sustentação aos preços, fomentando novas preocupações sobre segurança alimentar no mundo.

O Departamento de Agricultura dos EUA na quinta-feira elevou sua projeção para as importações da China em 2013/14, a 8,5 milhões de toneladas, ante 3,2 milhões de toneladas no ano anterior, o que elevou os preços do trigo nos EUA a uma alta de mais duas semanas.

Mas os comerciantes estrangeiros e analistas estimam que as importações podem ficar acima de 10 milhões de toneladas, superando as 9 milhões de toneladas previstas para o Egito, que é o maior importador global.

Na principal província produtora de trigo da China, em Henan, os produtores visitados pela Reuters disseram que os grãos encolheram por causa da geada no início deste ano, seguido por mais danos na germinação devido às chuvas em maio. Henan está no cinturão de grãos no norte do país, que responde por cerca de metade da produção da China.

"Os grãos deste ano estão com metade do seu tamanho normal", disse Feng Ling, agricultor de 55 anos de Xuchang, área central de Henan, onde alguns produtores chegaram a ver sua colheita diminuir em 40 por cento ante o ano anterior. "A colheita foi terrível."

China já contratou cerca de 3 milhões de toneladas de trigo para embarque no ano até junho de 2014, aproximando-se das compras do ano passado.

Este seria o maior volume importado desde as quase 10 milhões de toneladas contratadas pela China 2003/04, depois de uma quebra na safra do país. Em um ano normal, a China responde por cerca de um quinto da produção e do consumo mundial de trigo.

"Esperamos que entre 15 a 20 milhões de toneladas de trigo sejam rebaixadas para utilização na alimentação animal, o que irá reduzir a oferta de trigo disponível para moagem", disse Li Qiang, analista-chefe da consultoria agrícola, a Shanghai JC Intelligence.

Os danos à safra em grandes extensões na China estão aumentando as preocupações sobre a oferta mundial de alimentos após condições climáticas desfavoráveis nos principais exportadores de trigo, como os Estados Unidos e países da região do Mar Negro, resultarem em um rebaixamento de qualidade.

A safra global de trigo é prevista em alta ante o ciclo anterior, mas ainda deve ficar baixo da demanda e deixar o mundo com os menores estoques do cereal desde 2008/09.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below