Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA caem com força

quinta-feira, 18 de julho de 2013 09:48 BRT
 

WASHINGTON, 18 Jul (Reuters) - O número de norte-americanos que solicitaram novos pedidos de auxílio-desemprego caiu mais que o esperado na semana passada, para o menor nível em quatro meses, um possível sinal de que as contratações podem acelerar em julho.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 24 mil, para 334 mil segundo dados ajustados sazonalmente, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira.

As leituras paras as solicitações de auxílio-desemprego podem ser voláteis em julho porque muitas fábricas fecharam para manutenção durante o período, e é difícil para o governo ajustar os dados para variações sazonais, visto que o cronograma de fechamento varia ano a ano.

A média móvel de quatro semanas de novos pedidos, que diminui a volatilidade, caiu em 5.250 ante a semana anterior.

Economistas consultados pela Reuters esperavam queda para 345 mil pedidos de auxílio-desemprego na semana passada. Os pedidos da semana anterior foram revisados para mostrar 2 mil a menos do que inicialmente reportado.

(Reportagem de Jason Lange)