ANP aceita pedido para Tubarão Martelo ser garantia para 11a rodada, dizem fontes

quinta-feira, 18 de julho de 2013 20:01 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO, 18 Jul (Reuters) - A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aceitou o pedido da OGX sobre a possibilidade de que o óleo de Tubarão Martelo seja dado em garantia aos direitos adquiridos pela empresa no último leilão de áreas de exploração, disseram duas fontes a par do assunto à Reuters nesta quinta-feira.

Com escassez de recursos em caixa e enfrentando uma crise de credibilidade no mercado, a petroleira de Eike Batista fez consulta à ANP sobre essa possibilidade, conforme adiantou a Reuters em 10 de julho. Dois dias depois, a OGX confirmou o pedido à agência reguladora.

A demanda foi apreciada na reunião de diretoria da ANP nesta quinta-feira e aprovada pelo colegiado. Os detalhes devem ser divulgados em breve, segundo as fontes, que falaram sob condição de anonimato.

"Foi aprovado o pedido e os detalhes serão publicados em um comunicado", disse uma das fontes.

Procurada, a OGX informou que não comentaria o assunto. Representantes da ANP não foram imediatamente localizados para falar sobre o tema.

As garantias têm que ser apresentadas até o fim deste mês para que os contratos da 11a rodada, realizada em maio, sejam assinados em agosto.

A OGX arrematou 13 blocos sozinha e em parcerias na 11a rodada, oferecendo o pagamento de bônus de cerca de 370 milhões de reais.

Tubarão Martelo fica na Bacia de Campos e deverá produzir a partir do fim de 2013. Trata-se de uma das áreas negociadas pela OGX com a malaia Petronas, em acordo firmado em maio que envolveu a venda de 40 por cento de dois blocos por 850 milhões de dólares.   Continuação...