Preços de aço da China estimulam expectativa sobre demanda

sexta-feira, 19 de julho de 2013 08:39 BRT
 

XANGAI, 19 Jul (Reuters) - Uma retomada nos preços de aço na China em um julho normalmente fraco de consumo tem criado esperanças de recuperação do setor depois de um difícil primeiro semestre, mas a desaceleração do crescimento econômico do país torna improvável que os ganhos sejam sustentados por mais tempo.

O movimento de recomposição de estoques de usuários finais disparou uma retomada no setor e pode estender seus efeitos por mais tempo, o que tem incentivado os preços, afirmaram operadores. Isso deve apoiar os preços do minério de ferro, que acumula alta de quase 20 por cento, para mais de 130 dólares a tonelada, desde que atingiu o menor nível em sete meses no final de maio.

Grandes siderúrgicas chinesas como Wuhan Steel e Jiangsu Shagang aumentaram preços para reservas de material para julho e agosto por causa da elevação de encomendas de compradores domésticos e internacionais e alguns produtores estão adiando ofertas de exportação ou atrasando entregas domésticas, disseram operadores.

"Nossas vendas aumentaram bastante nas últimas semanas e é muito provável que os preços mantenham a tendência de alta no curto prazo pois as encomendas dos distribuidores ainda parecem fortes", disse um executivo de vendas de uma trading em Xangai.

O consumo de aço da China é geralmente mais fraco em julho e agosto, uma vez que a atividade de construção desacelera durante o verão. Mas alguns traders e usuários finais estão repondo estoques depois de esvaziarem inventários no primeiro semestre e em antecipação ao pico de demanda previsto para setembro, disseram operadores.

Os futuros do vergalhão em Xangai, indicador de preços de aço na China, atingiram maior nível em dois meses nesta sexta-feira, a 3.712 iuans (600 dólares) por tonelada.