Depois de prejuízo, SAAB vê estabilização na demanda por aço no 2º semestre

sexta-feira, 19 de julho de 2013 08:46 BRT
 

ESTOCOLMO, 19 Jul (Reuters) - A siderúrgica de alta resistência SSAB anunciou seu quarto prejuízo trimestral consecutivo nesta sexta-feira, mas disse que esperava alguma estabilização da demanda no segundo semestre do ano.

As siderúrgicas em todo o mundo têm se esforçado para lidar com demanda e preços fracos, com a Europa ainda atolada na crise, recuperação desigual nos Estados Unidos e desaceleração econômica na China.

A SSAB, que completou um pacote de corte de custos de 800 milhões de coroas suecas no primeiro trimestre, disse ter sido atingida no segundo trimestre pela fraqueza na Europa, queda dos preços na China e lentidão no setor de mineração australiana.

O prejuízo operacional da empresa foi de 115 milhões de coroas suecas (17,4 milhões de dólares), em comparação com um lucro de 755 milhões de coroas suecas no mesmo período do ano passado --a última vez que ficou no azul--, e com a previsão média de um lucro de 95 milhões de coroas suecas em pesquisa da Reuters.

"Mesmo que ainda exista uma grande dose de incerteza sobre as tendências no mercado de aço, a maioria dos sinais indicam estabilização na demanda durante o segundo semestre de 2013", disse o presidente-executivo da SSAB, Martin Lindqvist, em um comunicado.

(Por Simon Johnson)