Demanda por aço na União Europeia deve avançar em 2014, diz Eurofer

sexta-feira, 19 de julho de 2013 15:10 BRT
 

BRUXELAS, 19 Jul (Reuters) - A demanda por aço na Europa vai cair mais do que o esperado este ano por causa de um primeiro trimestre muito fraco e deve voltar a apresentar um crescimento modesto apenas em 2014, afirmou nesta sexta-feira a associação que representa o setor, Eurofer.

A entidade, em relatório trimestral intitulado "Primeiros sinais de esperança?", afirmou que aumentaram os indicadores econômicos que sinalizam a possibilidade de uma estabilização da economia da UE.

No cenário anterior divulgado pela Eurofer em maio, a entidade esperava que o crescimento retornasse no quarto trimestre, com uma queda anual acumulada de 2 por cento. Na nova previsão, a expectativa é de alta de 1,8 por cento no próximo ano ante estimativa passada de expansão de 3,2 por cento.

Em 2012, o consumo de aço na região recuou 10 por cento.

A entidade afirmou que o baixo acesso a crédito continua a limitar investimento, mas políticas monetárias flexíveis, melhora de resultados e redução de incerteza econômica deve tornar os bancos mais propensos a emprestar no restante de 2013 e em 2014.

A Eurofer afirma que estima que o crescimento econômico global acelere a partir de meados deste ano, o que deve gerar uma moderada retomada na demanda por exportação. O investimento e consumo privado devem avançar no próximo ano.

(Por Philip Blenkinsop)