Países avançados do G20 se dividem sobre metas de dívida após 2016

sábado, 20 de julho de 2013 18:33 BRT
 

MOSCOU (Reuters) - As economias avançadas do G20 vão considerar metas numéricas para redução de dívida pública depois de 2016, para aumentarem a confiança e criarem melhores condições de crescimento econômico, disse uma autoridade do G20 à Reuters neste sábado.

O compromisso, a ser discutido numa cúpula de líderes dos 20 países mais desenvolvidos e em desenvolvimento (G20) em São Petersburgo (Rússia), no início de setembro, vai se basear em promessas do G20 feitas em 2010 para estabilização de níveis de dívida sobre o PIB até 2016.

Mostrando o quão distantes estão diferentes potências do G20 sobre o compromisso a metas de dívida, outra importante fonte do grupo afirmou à Reuters que nada foi acertado em termos de compromisso.

"Não houve compromisso com metas após 2016", disse a fonte. "Os números citados simplesmente refletem planos orçamentários."

A autoridade disse que não havia números para o Japão ou para a maior parte das economias dos mercados emergentes.

Veja a seguir tabela com metas numéricas de níveis de dívida pública em relação ao PIB, que podem ser aprovadas, de acordo com a fonte do G20.

PAÍS/ANO 2012 2013 2016 2017

Estados Unidos 72,6 75,9 78,1 77,3

União Europeia 86,9 89,8 85,0 82,7   Continuação...