McDonald's vê cenário desafiador por competição nos EUA e fraqueza na Europa

segunda-feira, 22 de julho de 2013 11:50 BRT
 

22 Jul (Reuters) - O McDonald's frustrou nesta segunda-feira as esperanças de investidores de que seus negócios se fortaleceriam no segundo semestre deste ano, culpando a maior competição nos Estados Unidos e as fracas vendas na Europa.

A maior rede de restaurantes do mundo em vendas teve um lucro trimestral abaixo do esperado e disse que espera que as vendas em restaurantes abertos há mais de 12 meses fiquem estáveis em julho, motivando queda de quase 3 por cento para suas ações.

"Baseados nas recentes tendências de vendas, nossos resultados para o restante do ano devem permanecer desafiadores", disse o presidente-executivo da empresa, Don Thompson, em um comunicado.

Analistas de Wall Street esperavam uma retomada nos negócios do McDonald's em meados deste ano, com a diminuição nas pressões de inflação de alimentos, entre outras.

No segundo trimestre deste ano, as vendas globais dos restaurantes do McDonald's abertos há pelo menos 12 meses subiram 1 por cento, em linha com as expectativas dos analistas.

Nos EUA, as vendas nesses restaurantes também subiram 1 por cento, mas ficaram abaixo da expectativa de crescimento de 1,5 por cento.

A empresa tenta elevar as vendas no momento em que rivais como Wendy's e Burger King atraem atenção de consumidores com ofertas de menus.

Na Europa, as vendas em base mesmas lojas caíram 0,1 por cento no segundo trimestre, a terceira queda trimestral consecutiva. Na região que considera Ásia-Pacífico, Oriente Médio e África, as vendas caíram 0,3 por cento.

O McDonald's teve no segundo trimestre lucro líquido de 1,40 bilhão de dólares, ou 1,38 dólar por ação, ante 1,35 bilhão de dólares, ou 1,32 dólar por ação, um ano antes.   Continuação...