Vivendi deve anunciar venda da Maroc Telecom para Etisalat, dizem fontes

segunda-feira, 22 de julho de 2013 21:58 BRT
 

Por Sophie Sassard e Christian Plumb

LONDRES/PARIS, 22 Jul (Reuters) - O conglomerado francês Vivendi deve anunciar a venda de sua participação de 53 por cento na Maroc Telecom para a empresa baseada em Dubai Etisalat, em um dos maiores negócios nos mercados emergentes neste ano, disseram três fontes com conhecimento direto do assunto.

A expectativa é de que a Vivendi venda sua fatia por cerca de 4,2 bilhões de euros (5,5 bilhões de dólares), próximo a seu valor de mercado atual. O Conselho de Administração se reuniu nesta segunda-feira para discutir o negócio e examinar os resultados trimestrais.

"Todo o trabalho tem sido feito dos dois lados; nós estamos somente esperando o Conselho da Vivendi aprovar o negócio", disse uma das fontes, que pediu para não ser identificada porque as negociações são privadas.

Quando finalizado, o negócio da Maroc Telecom poderá ser o principal desinvestimento da Vivendi como parte de sua estratégia para reduzir exposição de capital intensivo em empresas de telecomunicações para dar mais foco a seus negócios de mídia.

Anteriormente, a empresa tentou e não conseguiu vender a unidade brasileira de telecomunicações GVT e a fabricante de videogames Activision Blizzard.

A Maroc Telecom oferece telefonia fixa, serviços móveis e de Internet e é um dos maiores grupos de telecomunicações da África com unidades em Burkina Faso, Gabão, Mali e Mauritânia.