China tem que aprofundar reformas para enfrentar desafios econômicos, diz presidente

terça-feira, 23 de julho de 2013 08:18 BRT
 

PEQUIM, 23 Jul (Reuters) - A China tem que aprofundar as reformas para lidar com uma série de desafios à sua frente, afirmou o presidente Xi Jinping segundo a agência de notícias oficial Xinhua nesta terça-feira, em declarações que enfatizam a determinação do governo em reestruturar a economia.

Segundo a Xinhua, Xi afirmou em viagem à província de Hubei nesta semana que autoridades precisam manter o espírito de reforma e inovação ao gerenciar a segunda maior economia do mundo, para impulsionar seu desenvolvimento sustentável e saudável.

"Para enfrentar a série de problemas e desafios ao desenvolvimento de nosso país, o importante é aprofundar as reformas em todos os aspectos", disse Xi.

Xi é a mais recente autoridade a fazer declarações sobre reformas desde que seu governo assumiu formalmente em março.

O crescimento da economia chinesa desacelerou em nove dos últimos 10 trimestres, afetando os mercados financeiros domésticos e levando investidores globais a reduzirem sua exposição ao país.

A economia cresceu 7,5 por cento no segundo trimestre ante o ano anterior, e economistas projetaram em pesquisa da Reuters que a taxa de crescimento em 2013 será de 7,5 por cento, atingindo a meta do governo.

Mas a nova liderança sinalizou que está preparada para tolerar um crescimento mais lendo na busca de transformar uma expansão econômica guiada pelas exportações para uma liderada pela demanda doméstica.

(Reportagem de Langi Chiang, Xiaoyi Shao e Jonathan Standing)

 
Presidente chinês, Xi Jinping, em foto de arquivo durante viagem ao México, em junho. 04/06/2013 REUTERS/Edgard Garrido