Setor privado alemão cresce e indica expansão no 3º tri--PMI

quarta-feira, 24 de julho de 2013 08:04 BRT
 

24 Jul (Reuters) - O setor privado da Alemanha cresceu pelo terceiro mês seguido em julho, com a volta da expansão da indústria, mostraram nesta quarta-feira pesquisas preliminares de Índice de Gerentes de Compra (PMI).

Os dados sugerem que a maior economia da Europa está se recuperando depois de perder força no final do ano passado e mostrar dificuldades no início de 2013.

O PMI Composto preliminar do Markit, que mede o crescimento tanto da indústria quanto de serviços e cobre mais de dois terços da economia, subiu para 52,8 em julho, nível mais alto em cinco meses, ante 50,4 em junho.

A leitura, que ficou acima da marca de 50 que separa crescimento de contração, indica que a economia alemã pode crescer até 0,4 por cento no terceiro trimestre, disse o economista-chefe do Markit, Chris Williamson.

A pesquisa divulgada nesta quarta-feira mostra que as novas encomendas no setor privado subiram acima da marca de 50 pela primeira vez em cinco meses, e as empresas contrataram novos funcionários, encerrando dois meses de cortes de empregos.

"O setor privado da Alemanha livrou-se de seus recentes problemas em julho, à medida que o crescimento mais forte da indústria e dos serviços sustentou o ritmo mais rápido de expansão da produção em cinco meses", disse o economista-sênior do Markit Tim Moore.

O PMI de indústria, que começou mal o ano, subiu para 50,3, acima da marca de 50 pela primeira vez desde fevereiro e superando mesmo a estimativa mais alta em pesquisa da Reuters de 50,0.

O setor de serviços também foi bem, com o índice que mede sua atividade avançando para 52,5 em julho, nível mais alto em cinco meses, uma vez que as empresas receberam mais novas encomendas, contrataram mais funcionários e as expectativas de negócios melhoraram.

(Reportagem de Michelle Martin)