GlaxoSmithKline vê resultados impactados por escândalo na China

quarta-feira, 24 de julho de 2013 09:02 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A fabricante de medicamentos GlaxoSmithKline, atingida por acusações de corrupção na China, anunciou um leve crescimento de 2 por cento nas vendas do grupo nesta quarta-feira, mas disse que o escândalo de suborno terá inevitavelmente um impacto.

"Claramente, estamos suscetíveis a ver impactos em nossa performance na China como resultado da atual investigação, mas ainda é cedo para quantificar isso", disse o presidente-executivo, Andrew Witty.

As vendas da GSK totalizaram 6,62 bilhões de libras (10,17 bilhões de dólares) no trimestre, elevando o lucro principal por ação em 1 por cento. Analistas, em média, esperavam vendas de 6,60 bilhões de libras.

A empresa reiterou que espera crescimento de vendas em cerca de 1 por cento no ano, considerando câmbio atual, com o lucro por ação crescendo entre 3 e 4 por cento.

A reputação da GSK tem sido prejudicada após a diretoria da empresa na China ter sido acusada de suborno a médicos e representantes oficiais.