BG Group diminui lucro e aponta preocupação com Egito

sexta-feira, 26 de julho de 2013 09:55 BRT
 

LONDRES, 26 Jul (Reuters) - A produtora de gás e petróleo BG Group sinalizou preocupações com o impacto da instabilidade no Egito ao divulgar, nesta sexta-feira, recuo de 3 por cento no lucro do segundo trimestre.

O lucro líquido caiu para 986 milhões dólares, superando as expectativas de 963 milhões dólares.

A companhia sediada no Reino Unido depende do Egito para cerca de um quinto de sua produção --fonte de receita para fazer frente aos seus caros projetos novos no Brasil e na Austrália.

Analistas deram ênfase ao resultado mais forte que o esperado do BG Group, impulsionado pelo aumento de produção acima das estimativas e pelas boas margens de lucro dos barris advindos de operações iniciadas no Brasil.

Os reservatórios egípcios offshore da empresa estão sofrendo declínio, com o país prestes a consumir mais gás em casa, aumentando a possibilidade de a BG ter que encerrar parte da exportação em duas operações de Gás Natural Liquefeito (GNL).

Enquanto isso, o golpe militar de 3 de julho que depôs o presidente Mohamed Mursi e o fato de o Egito ter respondido por 1,3 bilhão de dólares em compras de gás doméstico --acima do 1,2 bilhão no primeiro trimestre-- aumentaram a ansiedade da empresa sobre o seu futuro no país.

Às 09h52, as ações do BG subiam 0,3 por cento.

(Por Andrew Callus)