Anatel vê melhora na telefonia móvel um ano após suspender vendas

sexta-feira, 26 de julho de 2013 12:38 BRT
 

BRASÍLIA, 26 Jul (Reuters) - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) tem notado um "processo de melhoria da qualidade" nos serviços móveis oferecidos pelas teles no Brasil, disse nesta sexta-feira o presidente João Rezende.

A avaliação é feita um ano após a suspensão, por 11 dias, das vendas de novos planos da TIM, Claro e Oi em alguns Estados, por problemas na qualidade.

A Anatel apresentou nesta sexta-feira resultado do monitoramento da qualidade relativo ao período de fevereiro a abril deste ano.

Os dados mostram que as quatro maiores operadoras (TIM, Oi, Claro e Vivo) superaram, nesses três meses, a taxa de referência estabelecida para acesso à rede de voz, de 95 por cento.

Isso significa que o total de chamadas completadas, sobre o total de tentativas, ficou acima de 95 por cento nas quatro empresas. O maior índice, no trimestre, foi obtido pela TIM durante o mês de abril, de 97,08 por cento.

Já no que diz respeito à taxa de acesso à rede de dados, somente a Claro conseguiu, em março e abril, superar o índice de referência de 98 por cento. As demais não conseguiram superar a taxa de conexão de dados sobre o total de tentativas dado como referência pela Anatel.

Segundo a Anatel, o maior problema no cumprimento das metas de acesso a dados está na rede 2G. Com exceção da Claro, que superou a referência em março e abril, as redes 2G das demais empresas estão com as taxa de acesso abaixo dos 98 por cento no trimestre.

Já nas redes 3G, as quatro operadoras conseguiram atingir índices acima da referência.

"Se fosse considerar apenas a rede 3G, ela está dentro dos parâmetros estabelecidos", disse o conselheiro substituto da Anatel Roberto Pinto Martins.   Continuação...