Lucro da Nomura recua 20% no segundo trimestre

sexta-feira, 26 de julho de 2013 15:55 BRT
 

TÓQUIO, 26 Jul (Reuters) - A Nomura Holdings teve queda no lucro líquido trimestral devido à forte base de comparação do trimestre anterior, que havia sido beneficiado por ganhos extraordinários, ofuscando receitas robustas de corretagem de ações e vendas de fundos de investimento em meio à expansão do mercado acionário no Japão.

A Nomura, a maior corretora do Japão, tem sido beneficiada pelo aumento de 40 por cento, em média, das ações no Nikkei deste ano, em meio às políticas econômicas agressivas do primeiro-ministro Shinzo Abe.

O lucro líquido chegou a 65,9 bilhões de ienes (661,5 milhões de dólares) no trimestre de abril a junho, em comparação com o consenso de mercado para um lucro 65,5 bilhões de ienes, de acordo com quatro analistas consultados pela Thomson Reuters.

O resultado marcou uma queda de 20 por cento em relação ao período de janeiro a 20 de março, quando a Nomura registrou um lucro de 82,4 bilhões de ienes, o seu melhor trimestre em sete anos, ajudada por um grande ganho na venda de ações em uma unidade, a Nomura Real Estate Holdings.

Os resultados também foram afetados negativamente por uma desaceleração nas operações de renda fixa na Europa e nos Estados Unidos.

O desempenho de abril a junho representou uma grande melhoria em relação ao mesmo trimestre do ano passado, quando o lucro líquido foi de 1,9 bilhão de ienes. Como outras corretoras, a Nomura continua a gerar altos níveis de comissões de corretagem de ações e vendas de fundos mútuos devido ao recente aumento do Nikkei.

(Por Nathan Layne)