Conselho da Siemens discute futuro da companhia neste fim de semana

sexta-feira, 26 de julho de 2013 17:42 BRT
 

MUNIQUE, 26 Jul (Reuters) - O conselho de supervisão da Siemens se reunirá no fim de semana para discutir o futuro da administração do grupo, disseram nesta sexta-feira duas fontes a par da questão, um dia após a Siemens abandonar suas projeções de lucro para 2014.

A pressão está aumentando sobre o presidente-executivo Peter Loescher, que luta para melhorar a situação da Siemens.

A agenda das duas reuniões de emergência incluem um ponto que discutirá a "futura composição da administração" da companhia, informou uma das fontes.

Membros do conselho representando os trabalhadores da Siemens e acionistas se encontrarão separadamente antes da reunião marcada para quarta-feira, um dia antes de a empresa divulgar os resultados do terceiro trimestre, informaram as fontes.

O conselho de supervisão da Siemens tem 20 membros e, como é costume na Alemanha, metade deles representam interesses dos trabalhadores e a outra metade, dos acionistas.

A Siemens não comentou a informação.

Loescher está tentando melhorar as margens da empresa após ser criticado pela lentidão em reagir à desaceleração econômica global. No ano passado, ele disse que a Siemens economizaria 6 bilhões de euros (8 bilhões de dólares) em dois anos para competir com concorrentes como General Electric.

Mas a Siemens, cujos produtos vão desde turbinas de gás a trens de alta velocidade, ainda não conseguiu progredir como prometido na época por Loescher a investidores. Há três meses, a companhia também reduziu suas projeções para o lucro deste ano.

O grupo espera um lucro líquido operacional no piso de sua projeção, que vai de 4,5 bilhões de euros (6 bilhões de dólares) e 5 bilhões de euros, em 2013.