UBS vai pagar US$885mi em acordo com regulador dos EUA

sexta-feira, 26 de julho de 2013 18:21 BRT
 

WASHINGTON/LONDRES, 26 Jul (Reuters) - O UBS vai pagar 885 milhões de dólares em um acordo com um órgão regulador dos Estados Unidos sobre acusações de que o banco suíço teria deturpado títulos lastreados em hipotecas durante a bolha imobiliária, o que pode abrir caminho para que outros bilhões sejam pago por outros bancos.

Bancos europeus e dos EUA, como Credit Suisse e Deutsche Bank reservaram dinheiro para cobrir o custo de eventuais prejuízos decorrentes da disputa com a Federal Housing Finance Agency (FHFA), mas as estimativas variam muito.

A FHFA disse na quinta-feira que o UBS vai pagar 415 milhões de dólares e 470 milhões de dólares, respectivamente, para as empresas patrocinadas pelo governo Fannie Mae e Freddie Mac para resolver reclamações relacionadas a títulos vendidos às empresas entre 2004 e 2007.

O UBS é apenas um dos 18 bancos que o FHFA processou em 2011 por supostamente deturpar a qualidade dos papéis que lastreiam colaterais no período que antecedeu a crise financeira.

O banco suíço é o terceiro fazer um acordo, após Citigroup e General Eletric terem feito acordos por quantias não reveladas. O UBS disse nesta segunda-feira que seus resultados no segundo trimestre superaram expectativas, mesmo após o acordo, que foi revelado sem os detalhes de valor.

(Por Margaret Chadbourn, Matt Scuffham e Philipp Halstrick)