Lockheed e Pentágono fecham acordo para mais 71 jatos F-35, diz fonte

segunda-feira, 29 de julho de 2013 21:21 BRT
 

WASHINGTON, 29 Jul (Reuters) - A Lockheed Martin e o Pentágono chegaram a um acordo nesta segunda-feira sobre os pedidos para os dois próximos lotes dos jatos de caça F-35, um negócio avaliado em mais de 7 bilhões de dólares, de acordo com uma fonte a par das negociações.

O negócio engloba 71 jatos invisíveis a radares, sendo que 36 serão comprados no sexto lote de produção, e 35 no sétimo.

Uma segunda fonte familiar com as negociações disse que o diretor de aquisições do Pentágono, Frank Kendall, aprovou as linhas gerais do acordo, que inclui novas reduções no custo dos aviões.

A fonte não tinha detalhes imediatos sobre o custo por avião.

O governo negocia separadamente com a Pratt & Whitney, uma unidade da United Technologies, para os motores do avião. A expectativa é que estas conversas sejam encerradas em breve.

A Lockheed está construindo três modelos do F-35 para o Exército dos Estados Unidos e oito países parceiros internacionais: Reino Unido, Austrália, Canadá, Noruega, Turquia, Itália, Dinamarca e Holanda. Israel e Japão também pediram os jatos.

(Por Andrea Shalal-Esa)