Custos regulatórios e legais pesam no lucro do Deutsche Bank

terça-feira, 30 de julho de 2013 08:28 BRT
 

FRANKFURT, 30 Jul (Reuters) - O Deutsche Bank alertou nesta terça-feira que irá enfrentar centenas de milhões de euros em custos de litígio e adequação às novas regras bancárias, após divulgar lucro mais fraco que o esperado no segundo trimestre.

Os novos custos regulatórios seguem a pressão de reguladores bancários para fazer os bancos globais elevarem capital ou cortar seus balanços para reduzir o risco. Isso vai forçar o maior banco da Alemanha a destinar um adicional de 250 bilhões de euros em ativos que podem ser cortados, uma medida que irá reduzir as receitas.

A perda desses ativos pode resultar em 600 milhões de euros em custos não recorrentes para o banco e uma redução de 300 milhões de euros no lucro antes de impostos, disse o Deutsche Bank.

No segundo trimestre, as provisões de litigação foram de 630 milhões de euros.

O banco alemão informou uma queda de 18 por cento no lucro antes de impostos no segundo trimestre, para 792 milhões de euros, bem abaixo da expectativa de 1,3 bilhão de euros de analistas em uma pesquisa da Reuters.

As receitas com vendas e negociação com dívida e outros produtos caíram 11 por cento na comparação anual.

(Por Edward Taylor)