Receita da Thomson Reuters sobe favorecida por divisões legal e fiscal

terça-feira, 30 de julho de 2013 10:57 BRT
 

NOVA YORK, 30 Jul (Reuters) - A Thomson Reuters teve um aumento de 2 por cento de receita no segundo trimestre, favorecida pelo fortalecimento das divisões de dados jurídicos e de contabilidade fiscal, e reafirmou sua expectativa para 2013.

A empresa de dados e notícias espera que a receita cresça em um dígito baixo no ano, e vê a margem de lucro operacional entre 16,5 e 17,5 por cento.

O lucro ajustado no trimestre ficou praticamente estável na comparação com um ano antes, a 569 milhões de dólares, ou 0,48 dólar por ação, acima das expectativas de analistas de 0,44 dólar por papel, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

"Nós continuamos a ter progresso consistente e tangível e esperamos que a performance da empresa no segundo semestre do ano seja melhor que no primeiro", disse o presidente-executivo, James Smith, em um comunicado.

Smith vem expressando confiança nos últimos trimestres de que seu plano de recuperação para a companhia está ganhando força, especialmente na divisão que atende ao setor financeiro.

A unidade de Financial & Risk, que representa 53 por cento da receita total da Thomson Reuters, tem enfrentado dificuldades nos últimos anos, com clientes demorando para adotar o novo terminal de informações Eikon, enquanto bancos fizeram forte corte de custos após a crise financeira.

A receita nessa divisão caiu 1 por cento, para 1,6 bilhão de dólares. Os terminais Eikon totalizaram cerca de 61 mil no fim do segundo trimestre, alta de 30 por cento sobre o fim do trimestre anterior. Mas a taxa é menor que a registrada no primeiro trimestre, de 38 por cento.

A receita total com os negócios atuais subiu 2 por cento antes de flutuações do câmbio, para 3,1 bilhões de dólares, em linha com as expectativas de analistas.

A receita da divisão Legal subiu 5 por cento, para 846 milhões de dólares, enquanto a receita da área de Tax and Accounting subiu 7 por cento, para 288 milhões.

(Por Jennifer Saba)