Siemens escolhe CFO para liderar recuperação após demitir CEO

quarta-feira, 31 de julho de 2013 11:22 BRT
 

FRANKFURT, 31 Jul (Reuters) - O grupo alemão de engenharia Siemens nomeou o vice-presidente financeiro Joe Kaeser como novo comandante da empresa após demitir o presidente-executivo Peter Loescher quatro anos antes do fim de seu contrato, na sequência de uma segunda revisão no ano para a meta de lucros.

Loescher havia prometido que a Siemens, cujos produtos variam de turbinas de gás a trens de alta velocidade, cresceria mais rápido que rivais como ABB, General Electric e Philips, mas a lucratividade foi prejudicada por más aquisições, encargos por atrasos em projetos e um foco no crescimento das vendas.

Na semana passada, a Siemens abandonou abruptamente sua meta de elevar a margem de lucro operacional principal de 9,5 por cento para no mínimo 12 por cento até 2014, o que acabou sendo a gota d'água para os membros do conselho supervisor, com a maioria votando pela saída do presidente-executivo em reunião nesta quarta-feira.

Kaeser, de 56 anos, inicia no novo cargo na sexta-feira com a tarefa de reestruturar a segunda maior empresa da Alemanha em valor de mercado e um símbolo da estrutura industrial do país.

O executivo ganhou uma reputação de pragmático durante seus 33 anos na Siemens, sete deles como vice-presidente financeiro, e analistas afirmam que ele tem uma compreensão do negócio e da cultura da empresa que dizem ter faltado em Loescher, um austríaco que foi o primeiro candidato externo a conseguir o cargo.

Loescher permanecerá à disposição para ajudar a lidar com alguns problemas em curso até 30 de setembro.

(Por Maria Sheahan)