Bovespa sobe no mês pela 1a vez em 2013, mas economia ainda gera dúvidas

quarta-feira, 31 de julho de 2013 18:49 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO, 31 Jul (Reuters) - A Bovespa encerrou julho com sua primeira alta mensal no ano, mas especialistas estão pouco otimistas sobre a consistência do avanço, mantendo a avaliação de que apenas uma reversão de expectativas sobre a economia doméstica poderia dar sustentação ao índice.

Com queda de 0,67 por cento na última sessão do mês, a 48.234 pontos, o Ibovespa, principal índice acionário doméstico, fechou julho com valorização de 1,64 por cento. O último mês em que o índice havia avançado foi dezembro de 2012, quando teve alta 6,05 por cento. No ano, porém, a queda ainda é de 20,86 por cento.

O giro financeiro da sessão foi de 7,07 bilhões de reais.

O Ibovespa reagiu em julho com investidores abocanhando barganhas em um momento em que havia pouco espaço para novas quedas, após o índice ter registrado em junho seu pior desempenho mensal desde maio de 2012.

Segundo especialistas, o mercado também ficou mais aliviado com os sinais de aperto na política monetária do Banco Central brasileiro e indicadores de inflação abaixo do esperado, levando o índice a sair do nível dos 45 mil pontos no início do mês para fechar acima de 48 mil pontos.

A falta de notícias mais animadoras sobre a economia doméstica, porém, conteve um avanço mais consistente do índice.

"As dúvidas continuam por aí, tem que haver alguma informação adicional para a bolsa subir", afirmou a analista de investimento Mitsuko Kaduoka, da Indusval & Partners Corretora.

As perspectivas para os balanços de empresas no segundo trimestre também eram pouco animadoras, em meio a um dólar mais valorizado, que pode prejudicar companhias endividadas em moeda estrangeira, à atividade econômica fraca e à inflação ainda alta.   Continuação...