Bovespa sobe com China e resultados corporativos

quinta-feira, 1 de agosto de 2013 18:23 BRT
 

SÃO PAULO, 1 Ago (Reuters) - A Bovespa subiu nesta quinta-feira, impulsionada pelas blue chips Petrobras e Vale, após dados mostrarem aceleração moderada da indústria da China e com o mercado ainda repercutindo o comunicado do banco central norte-americano na véspera.

O Ibovespa teve ganho de 1,88 por cento, a 49.140 pontos. O giro financeiro da sessão somou 6,75 bilhões de reais.

O movimento de alta, após três sessões consecutivas de queda, seguiu as bolsas norte-americanas e refletiu o melhor humor de investidores a respeito do cenário internacional.

Números divulgados mais cedo mostraram que a atividade industrial da China foi levemente mais forte que o esperado em julho. O PMI oficial subiu para 50,3 em julho ante 50,1 em junho. O mercado previa queda, para 49,9.

Embora analistas tenham evitado concluir que a segunda maior economia do mundo controlou sua desaceleração, o dado foi bem recebido, após autoridades chinesas terem indicado recentemente que não permitiriam crescimento do Produto Interno Bruto abaixo de 7 por cento.

"O reflexo dos números melhores da China na Bovespa foi imediato, com Petrobras e Vale subindo bem", disse o analista de renda variável João Pedro Brugger, da Leme Investimentos.

Petrobras se beneficiou ainda do anúncio de que a produção de petróleo da estatal no Brasil cresceu 4,6 por cento em junho, ante maio .

Também ajudou no avanço da bolsa o crescimento acima do esperado, de 1,9 por cento, da produção industrial brasileira em junho frente a maio.

"Os dados contribuíram para dar um clima melhor ao mercado, assim como resultados corporativos positivos", afirmou o gerente de renda variável Ariovaldo Santos, da H.Commcor.   Continuação...