IAG vê sinais de recuperação na espanhola Iberia

sexta-feira, 2 de agosto de 2013 08:34 BRT
 

LONDRES, 2 Ago (Reuters) - A International Airlines Group voltou a ter lucro trimestral e afirmou que a reestruturação na empresa aérea espanhola Iberia começa a dar frutos.

A IAG, terceiro grupo aéreo da Europa em valor de mercado, gastou cerca de 700 milhões de euros na reestruturação da Iberia, que viu seu prejuízo diminuir pela primeira vez em quase três anos no segundo trimestre.

A empresa aérea espanhola se tornou deficitária em todos os mercados, incluindo nos de longo curso, após a fusão com a British Airways em 2011.

A Iberia tem sido atingida por competição com empresas de baixo custo e trens de alta velocidade, além de disputas trabalhistas e uma recessão que deixou cerca de 25 por cento dos espanhóis sem trabalho.

"A Iberia começou a virar a esquina", disse o presidente-exeuctivo da IAG, Willie Walsh, a jornalistas nesta quinta-feira. "Ela começa a ver os benefícios do corte de custos e capacidade, mas ainda há um longo caminho."

A IAG cortou 1.700 empregos na empresa espanhola e planeja elevar esse total para mais de 3 mil até 2014 como parte de seu plano de focar em rotas de longo curso que acredita serem mais lucrativas.

O prejuízo da Iberia caiu para 35 milhões de euros nos três meses encerrados em junho, ante 93 milhões no mesmo período de 2012.

Walsh reiterou a estimativa de que a IAG irá entregar um lucro operacional de 1,6 bilhão de euros até 2015.

O grupo teve um lucro operacional de 245 milhões de euros no segundo trimestre, ante prejuízo de 4 milhões um ano atrás e acima da expectativa média de analistas de lucro de 163 milhões de euros.

(Por Rhys Jones)