Venda de veículos cresce, mas média diária recua

sexta-feira, 2 de agosto de 2013 14:46 BRT
 

SÃO PAULO, 2 Ago (Reuters) - As vendas de veículos novos no Brasil cresceram 7,4 por cento em julho sobre junho, mas na média diária de emplacamentos houve recuo de 6,5 por cento, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela associação de concessionárias, Fenabrave.

Os licenciamentos de carros, comerciais leves, ônibus e caminhões novos em julho somaram 342,3 mil unidades ante 318,6 mil em junho. Na comparação com as vendas de 364,2 mil unidades em julho de 2012, recordes para o mês, houve queda de 6 por cento.

Julho contou com três dias úteis a mais de vendas em relação a junho, com isso, a média diária de emplacamentos, um indicador usado pela indústria para acompanhar o desempenho do setor, caiu de 15.930 para 14.881 unidades.

No acumulado dos primeiros sete meses de 2013, as vendas somaram 2,14 milhões de unidades, 2,9 por cento acima do volume licenciado no mesmo período de 2012.

A Fenabrave cortou sua expectativa para o crescimento das vendas de veículos no país em 2013, de 2,95 por cento para 1,53 por cento, num volume de 3,86 milhões de unidades.

Incluindo expectativa de vendas de 1,5 milhão de motocicletas, a projeção total para o mercado de veículos brasileiro neste ano é de queda de 1,52 por cento, para 5,357 milhões de unidades.

Isoladamente, as vendas de carros e comerciais cresceram 6,94 por cento sobre junho, a 323,9 mil unidades, enquanto as vendas de caminhões somaram 15.224 veículos, expansão mensal de 16,4 por cento.

A Fiat apurou vendas de 67.170 automóveis e comerciais leves em julho ante 63.847 em junho, numa participação de 20,7 por cento sobre o total vendido no segmento.

A General Motors passou a Volkswagen e registrou 61.630 emplacamentos, ante 55.484 unidades em junho, fatia de 19 por cento.   Continuação...

 
Novos carros estacionados em fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo. As vendas de veículos novos no Brasil cresceram 7,4 por cento em julho sobre junho, mas na média diária de emplacamentos houve recuo de 6,5 por cento, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela associação de concessionárias, Fenabrave. 2/03/2011 REUTERS/Paulo Whitaker