2 de Agosto de 2013 / às 19:23 / em 4 anos

ATUALIZA 1-Colheita de milho 2a safra avança em MT e PR

SÃO PAULO, 2 Ago (Reuters) - A colheita de milho segunda safra avançou na última semana em Mato Grosso e no Paraná, principais Estados produtores do cereal nesta época do ano.

Em Mato Grosso, a colheita atingiu 82 por cento da área plantada, informou nesta sexta-feira o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Uma semana antes, a colheita havia sido concluída em 75 por cento das lavouras de Mato Grosso.

Em relação ao ano passado, os trabalhos de campo estão ligeiramente atrasados. Em 2 de agosto de 2012, o índice de colheita concluída era de 90 por cento.

Técnicos atribuem o atraso no milho a um plantio tardio em 2013, após chuvas atrapalharem a colheita da soja cultivada antes do milho.

A produtividade das lavouras de milho "safrinha" de Mato Grosso está em 99 sacas por hectare, segundo o Imea, entidade ligada aos produtores rurais.

Mato Grosso deverá colher 18,6 milhões de toneladas de milho segunda safra, ante um total recorde de 44,24 milhões de toneladas esperadas para o país, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Já a colheita de algodão em Mato Grosso, maior produtor da pluma no país, havia sido realizada em 43,6 por cento da área plantada na atual temporada até 1o de agosto, avanço 11,5 pontos percentuais ante a semana anterior, apontou o Imea.

PARANÁ

No Paraná, segundo maior produtor de milho safrinha, o clima dos últimos dias tem favorecido os trabalhos de colheita, segundo avaliação do Departamento de Economia Rural (Deral) do governo estadual.

"As chuvas seguidas de frio da semana passada atrapalharam um pouco, e com esse tempo mais firme nesta semana o produtor pode entrar nas lavouras e avançar com colheita", disse a engenheira agrônoma Juliana Yagushi, especialista em milho no Deral.

O levantamento mais recente do órgão aponta que a colheita de milho "safrinha" foi realizada em 42 por cento da área plantada no Estado, contra 37 por cento no mesmo período de 2012 e 33 por cento da média das últimas três safras.

Com um clima seco sobre o Paraná nos próximos dias, a perspectiva é de acelerar ainda mais o trabalho, acrescentou.

Por outro lado, geadas que cobriram o Paraná na semana passada podem ter afetado algumas lavouras mais tardias de milho, que estavam em fases de desenvolvimento ainda vulneráveis ao frio.

"Pode vir a ter revisão de estimativa de safra", salientou Juliana. "Em algumas regiões onde há o andamento da colheita, a produtividade tem sido muito boa. Mas tem todo o norte para ser avaliado, por causa da geada."

A estimativa oficial do Deral, realizada antes da onda de frio, foi de 11 milhões de toneladas de milho segunda safra.

Por Gustavo Bonato

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below