Negócios da zona do euro têm 1ª expansão em 18 meses--PMI

segunda-feira, 5 de agosto de 2013 07:36 BRT
 

Por Andy Bruce

LONDRES, 5 Ago (Reuters) - Os negócios na zona do euro cresceram pela primeira vez em 18 meses em julho, embora apenas ligeiramente, de acordo com a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) divulgada nesta segunda-feira, o que sugere que a economia está lentamente começando a se estabilizar.

O PMI Composto do Markit para a zona do euro subiu para 50,5 no mês passado ante 48,7 em junho, indo acima da marca de 50, que indica crescimento, pela primeira vez desde janeiro de 2012. O número foi ligeiramente revisado para cima ante a preliminar de 50,4.

A pesquisa avalia o desempenho de milhares de empresas da zona do euro a cada mês. Embora as novas encomendas tenham caído de novo em julho, a taxa de declínio foi a mais fraca desde agosto de 2011.

No geral, a pesquisa sugere que a economia está começando a sair da recessão, mesmo que um crescimento saudável ainda pareça distante.

"As faíscas reais que, espera-se darão início à recuperação são os crescentes sinais de estabilização nos mercados domésticos. Isso não apenas ajudou as indústrias, como também colocou o setor de serviços à beira da recuperação", disse Rob Dobson, economista sênior do Markit.

O PMI de serviços, que cobre empresas que vão de bancos a hotéis, subiu para 49,8 ante 48,3 em junho.