Banco UniCredit vê sinais de melhora no crédito na Itália

terça-feira, 6 de agosto de 2013 13:41 BRT
 

MILÃO, 6 Ago (Reuters) - O UniCredit, maior banco da Itália em ativos, disse nesta terça-feira que vê os primeiros sinais de melhora no crédito na Itália, mesmo com mais provisões para calotes devido à longa recessão na terceira maior economia da zona do euro.

Assim como o rival doméstico Intesa Sanpaolo, o UniCredit elevou as provisões para calotes no segundo trimestre. Estas reservas subiram para 1,7 bilhão de euros, alta de 35 por cento ante o trimestre anterior.

A inadimplência se transformou em um dos maiores problemas para os bancos italianos.

O lucro líquido do UniCredit subiu um pouco mais do que o esperado, em 361 milhões de euros (478 milhões de dólares), ante uma previsão de 349 milhões de euros de analistas.

Os resultados foram ajudados por um ganho de capital de 254 milhões de euros com recompras de títulos e cortes de custos.

O presidente Federico Ghizzoni disse que o aumento líquido da inadimplência desacelerou pelo terceiro trimestre seguido no país, que vive a recessão mais longa desde a Segunda Guerra Mundial.

"Apesar do crescimento negativo da Itália, o UniCredit está vendo sinais de reversão de tendência", disse Ghizzoni em comunicado.

(Por Silvia Aloisi)