Lucro da Magazine Luiza sobe 150%, com receita extra

terça-feira, 6 de agosto de 2013 21:00 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 6 Ago (Reuters) - A varejista Magazine Luiza informou nesta terça-feira que seu lucro cresceu quase 150 por cento no segundo trimestre, impulsionado por receita extra com a venda de fatia num centro de distribuição.

De abril a junho, a empresa teve lucro líquido de 54,7 milhões de reais, alta de 149,4 por cento na comparação com o mesmo período do ano passado. Já o lucro ajustado, que exclui eventos não recorrentes, cresceu apenas 12,4 por cento, para 11,5 milhões de reais.

O mesmo aconteceu com o Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização). O líquido ficou em 160,1 milhões de reais no trimestre, alta anual de 98,8 por cento. O Ebitda ajustado avançou 14,7 por cento, a 94,8 milhões de reais.

Em junho, a empresa anunciou a venda de fatia de 76,7 por cento num centro de distribuição no interior paulista, para um fundo da Kinea, grupo de investimentos do Itaú Unibanco, por 205,5 milhões de reais.

Operacionalmente, o resultado da varejista foi menos vistoso. As vendas no conceito mesmas lojas (abertas há mais de 12 meses), incluindo as vendas pela internet, cresceu 9,3 por cento. Um ano antes, a expansão tinha sido de 13 por cento.

A receita líquida da companhia somou 1,84 bilhão de reais no trimestre, alta anual de 11,2 por cento.

"Apesar de termos atingido um crescimento de vendas satisfatório para a companhia, o ambiente econômico mostrou-se mais desafiador, inclusive com as manifestações no mês de junho", afirmou a empresa, em relatório.

A margem bruta nas lojas do Nordeste subiram 0,2 ponto percentual, representando 29 por cento da receita líquida no segundo trimestre do ano "como reflexo da melhoria da margem nas lojas da região, dada pela integração completa das operações".

A unidade financeira da varejista, a Luizacred, registrou aumento da margem Ebitda para 10,2 por cento, acima dos 3,1 por cento registrados no segundo trimestre do ano passado.   Continuação...