Preço do minério de ferro atinge máxima de 3 meses por demanda chinesa

quarta-feira, 7 de agosto de 2013 14:29 BRT
 

MANILA, 7 Ago (Reuters) - O minério de ferro no mercado à vista asiático atingiu o maior patamar em mais de três meses nesta quarta-feira, por compras de siderúrgicas chinesas para recompor estoques.

O minério com teor de 62 por cento de ferro, referência do mercado, subiu 1,3 por cento nesta quarta, atingindo 133,10 dólares por tonelada, maior nível desde 30 de abril, de acordo com dados compilados pelo Steel Index.

"Algumas siderúrgicas ainda têm estoques limitados de minério de ferro e já que elas esperam que a demanda por aço melhore nos próximos meses, elas estão comprando material para entrega a partir de setembro", disse um operador de minério de ferro em Xangai.

Por outro lado, as indústrias ainda têm uma certa cautela e estão apenas comprando matéria-prima suficiente para atender os pedidos de aço, evitando formação de grandes estoques de minério, disse o trader.

Apesar de ganhos recentes, o preço do minério ainda acumula perdas de 9 por cento no ano, tendo caído à mínima de sete meses, perto de 110 dólar por tonelada, em maio devido a uma menor demanda chinesa.

A queda nos preços do minério de ferro no segundo trimestre deste ano deve afetar o lucro da Vale, a ser divulgado nesta quarta-feira, enquanto um esperado corte de custos pode ter contribuído para compensar o freio nas cotações do produto no período.

Pesquisa da Reuters com 18 previsões de bancos de investimentos e corretoras para o resultado da Vale aponta para um lucro líquido médio de 2,460 bilhões de dólares, em recuo de 7,6 por cento em relação ao registrado no mesmo período do ano passado.

(Reportagem de Manolo Serapio Jr.)