Monte dei Paschi tem resultados piores do que o esperado

quarta-feira, 7 de agosto de 2013 16:10 BRT
 

MILÃO, 7 Ago (Reuters) - O banco Monte dei Paschi di Siena teve um prejuízo maior que o esperado no segundo trimestre devido a baixas contábeis elevadas, tornando mais difícil para o terceiro maior banco da Itália evitar a nacionalização parcial do próximo ano.

O credor teve um prejuízo de 279,3 milhões de euros (372 milhões de dólares) na quarta-feira, o seu quinto prejuízo trimestral consecutivo e pior do que a previsão 150,6 milhões de euros de cinco analistas consultados pela Reuters.

"Os resultados são piores do que o esperado com baixo lucro líquido e altas provisões para calotes", disse Fabrizio Bernardi, analista da Fidentiis.

O banco está cortando 4,7 mil empregos, fechando 400 agências, cortando empréstimos e vendendo ativos para tentar consertar suas finanças, que foram fortemente afetadas pela crise na zona do euro.

O banco recebeu uma ajuda de 4,1 bilhões de euros do governo, mas a Comissão Europeia está exigindo que o Monte dei Paschi, banco mais antigo do mundo, amadureça seu plano de reestruturação antes de aprovar a recente ajuda.

A instituição perdeu quase 8 bilhões de euros nos últimos dois anos e os analistas esperam que tenha prejuízo novamente em 2013.

Isso abriria caminho para uma nacionalização parcial - se o banco não for capaz de pagar um cupom anual de 9 por cento sobre os empréstimos do Estado, terá que emitir ações para o Tesouro italiano em um montante equivalente.

(Por Silvia Aloisi)