CSN foca em queda de custo e dívida, corta previsão de investimento

quarta-feira, 7 de agosto de 2013 17:34 BRT
 

Por Alberto Alerigi Jr.

SÃO PAULO (Reuters) - A Companhia Siderúrgica Nacional buscará reduzir seus custos e impulsionar as vendas de produtos de maior valor agregado neste semestre para reduzir seu nível de endividamento, afirmaram executivos do grupo nesta quarta-feira, após a empresa divulgar resultado melhor do que o esperado pelo mercado no segundo trimestre.

A empresa também está reduzindo investimentos previstos para este ano, em cerca de 600 milhões de reais.

A dívida líquida da CSN fechou o segundo trimestre a 16,85 bilhões de reais, 8 por cento maior que um ano antes. A relação entre endividamento e geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) subiu para 3,92 vezes, acima da meta de cerca de 3 vezes.

"Estamos cientes sobre os níveis de dívida, mas vemos em paralelo que empresa naturalmente terá crescimento nos resultados operacionais e isso terá impacto positivo na alavancagem", disse o diretor financeiro, David Salama, em teleconferência com analistas.

Os executivos da CSN evitaram afirmar, durante a conversa com analistas, se pretendem ou não aumentar os preços do aço no próximo meses, como forma de ajudar na redução da dívida do grupo, em um cenário de aumento dos custos dos insumos, como o minério de ferro e carvão, e de um câmbio que torna o produto estrangeiro mais caro no mercado doméstico.

A CSN elevou seus preços de aço em meados do primeiro semestre, o que, juntamente como o aumento do volume de vendas, ajudou nos resultados da companhia no segundo trimestre. A receita por tonelada vendida subiu 4 por cento do primeiro para o segundo trimestre, a 1.944 reais.

No segundo trimestre, a CSN registrou lucro líquido bem acima do esperado pelo mercado, de 502 milhões de reais, o que levava as ações da companhia a subirem mais de 4 por cento na Bovespa nesta quarta-feira.

Em relatório, analistas da corretora Ativa consideraram o resultado como "marginalmente positivo", com destaque para o nível de produção acima do esperado de minério de ferro.   Continuação...