Eletrobras e sindicatos chegam a acordo e greve pode terminar nesta semana

quarta-feira, 7 de agosto de 2013 17:36 BRT
 

SÃO PAULO, 7 Ago (Reuters) - A Eletrobras e os sindicatos de trabalhadores da empresa chegaram a um acordo sobre a proposta de reajuste salarial em audiência conciliatória nesta quarta-feira.

A proposta final será levada a assembleias de trabalhadores marcadas para quinta-feira, segundo a Federação Nacional dos Urbanitários (FNU).

As partes concordaram em audiência no Tribunal Superior do Trabalho (TST) com uma proposta válida por dois anos, que garante reajuste referente à reposição de 6,49 por cento da inflação medida pelo IPCA, pago em três parcelas, com um ganho real de 2,5 por cento aos trabalhadores.

Os trabalhadores também receberão abono na forma de 4 talões de vale-alimentação no valor 750 reais cada neste ano, além de outros 4 em 2014, segundo o presidente da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), Franklin Moreira.

"A gente acredita que a proposta será aprovada (nas assembleias de trabalhadores) porque a categoria entendeu o esforço do TST na reconciliação", disse Moreira. Ele acrescentou que a empresa recuou de retirar benefícios aos novos empregados da empresa.

A greve, que atinge cerca de 90 por cento dos 28 mil empregados da empresa, começou em 15 de julho. A estatal federal está passando por um processo de reestruturação depois de ter renovado concessões com consequente redução da receita no início deste ano, e pretende reduzir custos. (Reportagem de Anna Flávia Rochas)