Bolsas nos EUA recuam pelo 3o dia consecutivo com incertezas sobre Fed

quarta-feira, 7 de agosto de 2013 18:46 BRT
 

Por Chuck Mikolajczak

NOVA YORK, 7 Ago (Reuters) - As bolsas norte-americanas perderam terreno pela terceira sessão seguida nesta quarta-feira, em meio a crescentes incertezas sobre quando o Federal Reserve, banco central do país, começará a diminuir o programa de estímulo, um importante motivador do rali nas ações neste ano.

O índice Dow Jones recuou 0,31 por cento, para 15.470 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve baixa de 0,38 por cento, para 1.690 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,32 por cento, para 3.654 pontos.

Mesmo após o S&P 500 sofrer seu pior declínio desde 24 de junho na terça-feira, o mercado não foi capaz de se recuperar após declarações de dois integrantes do Fed oferecerem poucas indicações de quando o banco central pode começar a reduzir seu programa de estímulo.

O S&P 500 recuou abaixo de 1.694 pontos, sua média móvel de 14 dias, que tem servido como um nível de apoio. O termômetro acumula queda de 1,1 por cento até agora na semana e caminha para registrar a pior performance semanal desde a queda de 2,1 por cento na semana de 21 de junho, após a última reunião do Fed.

No entanto, o índice ainda acumula alta de 18,6 por cento até agora neste ano, após fechar na máxima histórica na sexta-feira.

"As pessoas estavam preocupadas com o tamanho do rali no curto prazo e alguns sugerem que as ações estão caras demais com base nos fundamentos", disse o diretor de gestão do Wedbush Equity Management, Stephen Massocca.

"E claro, a grande história, a próxima grande notícia, espera-se, é a questão da redução do estímulo".

A presidente do Fed de Cleveland, Sandra Pianalto, disse nesta quarta-feira que o banco central estaria preparado para diminuir o ritmo de compra de ativos se o mercado de trabalho continuar no trajeto de melhora.