Demanda do consumidor por crédito sobe em julho

quinta-feira, 8 de agosto de 2013 10:23 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Impulsionada pela procura dos consumidores de baixa renda, a demanda por crédito em julho avançou 5,4 por cento sobre o mesmo período do ano passado e 8,7 por cento em relação a junho, afirmou a Serasa Experian, nesta quinta-feira.

Na comparação com o mês anterior, os consumidores que ganham até 500 reais por mês foram os que mostraram maior avanço na busca por crédito, com crescimento de 13,3 por cento. Entre os que ganham entre 500 e 1.000 reais por mês, o aumento foi de 10,9 por cento.

Os economistas da Serasa Experian afirmaram que a tendência de recuo da inadimplência e regularização das dívidas atrasadas teria reestabelecido o acesso ao crédito.

Em nota, eles completaram que a "necessidade de reequilíbrio patrimonial, principalmente dos consumidores que foram mais afetados pela alta da inflação do primeiro semestre deste ano" também teria contribuído para o resultado de julho.

No acumulado do ano, a busca por crédito apresentou avanço de 6 por cento, também puxado pelos consumidores de baixa renda. Na faixa de até 500 reais mensais, a demanda por crédito subiu 12,7 por cento de janeiro a julho. Entre os consumidores situados no intervalo de 500 a 1.000 reais, o aumento foi de 8 por cento.

Na outra ponta, a procura por crédito entre os consumidores que ganham mais 10.000 reais por mês subiu apenas 0,9 por cento. A demanda ficou praticamente estável entre os que recebem entre 5.000 e 10.000 reais, com aumento de 0,1 por cento no ano.

(Por Marcela Ayres)