Exportações impulsionam cotações do frango no mercado brasileiro--Cepea

quinta-feira, 8 de agosto de 2013 15:44 BRT
 

SÃO PAULO, 8 Ago (Reuters) - Os preços do frango vivo e da carne do animal seguem em alta no atacado brasileiro, impulsionados por uma forte exportação da commodity, disse o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada nesta quinta-feira.

As exportadoras brasileiras de carne de frango in natura atingiram receita recorde em julho, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) citados pelo Cepea. Tal cenário contribuiu para diminuir a oferta no Brasil e ajudou a impulsionar as cotações internas, avaliou o instituto.

Além do maior ritmo de embarques, a tentativa de repasse dos aumentos das cotações do frango vivo reforça o movimento de alta do preço da carne, acrescentou.

Os frigoríficos vêm aproveitando o mercado interno mais enxuto e o início de mês, momento propício para vendas no atacado nacional, para pedir valores maiores pela carne nas regiões brasileiras.

Na última semana, os valores médios do animal subiram 4,7 por cento no Estado de São Paulo e 3,1 por cento em Pará de Minas, com o quilo sendo comercializado, respectivamente, a 2,20 e 2,34 reais na quarta-feira, disse o Cepea.

No atacado de Toledo (PR), o aumento do preço do frango inteiro congelado chegou a 9,2 por cento em sete dias, com o quilo da carne passando para uma média de 3,08 reais nesta quarta. Na Grande São Paulo, a alta foi de 3,9 por cento no período, indo para 3,10 reais por kg, acrescentou.

(Por Laiz de Souza)