ATUALIZA 1-Lucro da BM&FBovespa avança 17% no 2o tri, a R$350,95 mi

quinta-feira, 8 de agosto de 2013 20:42 BRT
 

8 Ago (Reuters) - O lucro líquido da BM&FBovespa do primeiro trimestre subiu 17 por cento na comparação anual, ficando praticamente em linha com as previsões do mercado, em meio a receitas recordes nos segmentos de ações e derivativos.

De abril a junho, o lucro da operadora brasileira de bolsas foi de 350,95 milhões de reais, ante 299,9 milhões de reais no mesmo período de 2012. Em relação ao primeiro trimestre de 2013, o lucro subiu 31,4 por cento. Analistas ouvidos pela Reuters esperavam em média lucro de 350,5 milhões de reais no período.

O resultado operacional subiu 12,8 por cento, para 423 milhões de reais. Em relação ao primeiro trimestre, o lucro operacional subiu 21,5 por cento.

A receita líquida da companhia subiu 10,8 por cento, também na comparação anual, para 599,8 milhões de reais.

O volume médio diário no segmento de ações (Bovespa) cresceu 8,5 por cento, atingindo o recorde de 8,3 bilhões de reais. As receitas neste segmento também atingiram um recorde, de 289,5 milhões de reais, alta de 7,7 por cento na comparação anual.

No segmento de derivativos (BM&F), as receitas atingiram o pico histórico de 268,8 milhões de reais, alta de 12,2 sobre o segundo trimestre de 2012.

Receitas não ligadas a volumes de negócios subiram 16,4 por cento, para 110,5 milhões de reais.

O resultado financeiro recuou 21,2 por cento na comparação anual para 43,1 milhões de reais no segundo trimestre, afetado pelo aumento das despesas financeiras devido ao pagamento dos juros da dívida emitida no exterior e à queda das receitas financeiras em meio a juros mais baixos.

As despesas da companhia no período somaram 176,8 milhões de reais, alta de 6,4 por cento ante igual etapa de 2012.

(Por Natalia Gómez)