América Móvil quer "desbloquear o valor" da KPN

segunda-feira, 12 de agosto de 2013 08:12 BRT
 

AMSTERDÃ, 12 Ago (Reuters) - A América Móvil, do magnata mexicano Carlos Slim, quer "desbloquear o valor" do grupo de telecomunicações holandês KPN e não está apenas interessada no negócio alemão E-Plus, afirmou um jornal holandês nesta segunda-feira, citando o vice-presidente financeiro do grupo mexicano.

A América Móvil disse na sexta-feira que faria uma oferta de 7,2 bilhões de euros (9,6 bilhões de dólares) por 70 por cento da KPN que ainda não detém, desafiando a rival Telefónica, que havia feito uma oferta de 11 bilhões de dólares no mês passado para comprar a E-Plus, a joia da KPN.

A KPN é "uma excelente empresa com boas posses. Eles só precisam de desbloquear o valor oculto de longo prazo", disse Carlos García Moreno, diretor financeiro da América Móvil, ao jornal holandês Het Financieele Dagblad.

Ele afirmou que a empresa ainda não formalizou sua posição sobre a E-Plus, e que seria prematuro comentar se a atual diretoria da KPN seria mantida após a aquisição pelo grupo mexicano.

(Por Sara Webb)