Terminais de exportação de petróleo da Líbia são fechados novamente

segunda-feira, 12 de agosto de 2013 10:28 BRT
 

LONDRES, 12 Ago (Reuters) - Agentes de segurança em greve paralisaram novamente os carregamentos nos dois maiores terminais exportadores de petróleo da Líbia, Es Sider e Ras Lanuf, depois que as operações haviam sido brevemente retomadas após uma interrupção de duas semanas, disseram fontes exportadoras e do mercado nesta segunda-feira.

As interrupções nos portos, juntamente com greves e protestos em outras instalações petrolíferas, causaram a pior interrupção na Líbia, país do Norte da África membro da Opep, desde a guerra civil em 2011.

A paralisação havia sido interrompida no domingo no terminal Es Sider, que é operado pela Waha Oil Company, uma joint venture entre as empresas Marathon, Hess, ConocoPhillips e a Corporação nacional do Petróleo da Líbia (NOC, na sigla em inglês).

Juntos, os dois portos têm uma capacidade combinada de cerca de 600 mil barris por dia (bpd).

(Reportagem de Julia Payne e Feras Bosalum em Tripoli)